• Blog UniCatólica

Staniando: Quando uma filha casa
Staniando

Staniando: Quando uma filha casa

Por Prof.ª Dra. Stânia Vasconcelos

Dizer “minha filha vai casar” não foi nada fácil, confesso-lhes, pois representou desde uma alegria a um suspiro, ou vários suspiros agridoces de nostalgia e de introspecção (lá vem a introspecção de novo!).

Acho que todas as mães pensam ou pensaram assim, como eu pensei no dia em que minha filha se casou “Se eu pudesse eu voltaria no tempo só para lhe ver crescer lentamente e lhe ver correndo ou tentando correr pela casa de calcinha, tropeçando nas próprias pernas (risos) ou brincando com suas amigas de casinha, de escolinha, chorando quando ouvia uma música triste ou quando seu irmão lhe provocava contando histórias tristes (suas lágrimas sempre correram frouxas). Ou quem sabe alegrando as minhas manhãs, sempre grudadinha em mim durante todo o dia e o dia todo, e até sentindo as dores que eu sentia.

O que eu esperava ouvir, nestas últimas semanas era você pedindo para conversarmos, rirmos das coisas do dia a dia, tomarmos nosso café sagrado das tardes, ou irmos ao shopping, tomarmos aquele sorvete e conversarmos sempre.”

Mas aí ela vem (no caso, a minha!) e me disse que ia se casar. Eu perdi meio que o chão, acho que todas nós, mães, flutuamos um pouco com esta boa nova.

Acreditem: ela disse que chorou e eu lhes afirmo que chorei muito mais. Mas o choro não era de tristeza não, viu? Mas de emoção.

Emoção por ver que ela havia crescido e finalmente decidido seguir em frente.

Todos sabemos que os filhos nascem, crescem e se casam. E chegou o tempo dela se casar, criar sua própria família, como dizia minha Peixinha Dory: “Deixar de ser princesa e virar rainha de seu novo lar”. E o que a mãe diz para esta filha neste momento?

Você se tornou uma mulher forte, assim está pronta para viver a vida sem desanimar. Você é uma mulher de fé, assim será coluna de oração em sua casa e nunca estará só. Você é uma boa filha, então será uma grande mãe. E por onde você for levará a bênção de Deus sobre o seu casamento, e sobre os seus filhos levará a paz do Senhor.

Queria tanto e muito viver com você para sempre, (você entenderá isso um dia quando for mãe!). Mas você precisa construir seu próprio lar, deixar a casa onde cresceu, e, com o homem que escolheu para prosseguir a vida se unir de verdade. E assim seguir. Leve com você a minha e a bênção de seu pai.

Leve consigo a bênção do NOSSO Deus que nunca nos desamparou e que conosco sempre habitou. SEJA FELIZ!

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário