• Blog UniCatólica

Sacramentos: vida divina dentro da nossa história
Pastoral Universitária

Sacramentos: vida divina dentro da nossa história

Por Prof. Dr. Rudy Assunção

Deus quis que a vida divina chegasse até nós. Muitos procuram Deus, mas esquecem de buscá-Lo onde Ele quer ser encontrado: nos sacramentos da Igreja.

Quando nascemos, temos um novo nascimento (Batismo) à nossa disposição. Tornamo-nos outros Cristos. Se pudéssemos fazer uma selfie da alma, o rosto de Cristo apareceria impresso no nosso. À medida que crescemos, alcançamos – ou deveríamos alcançar – a maturidade que vem do Espírito Santo (Crisma); podemos ser testemunhas de Cristo: deixamos de ser adolescentes para nos tornarmos adultos na fé.

No cansaço dos caminhos da vida, precisamos de alimento verdadeiro, pão e vinho que a transcendem e a elevam (Eucaristia). Alimento para a vida eterna. Quando decidimos entregar a nossa vida a alguém, homem ou mulher (Matrimônio) ou a Alguém, Deus (Ordem), encontramos no serviço, na autoentrega, o sentido de estar neste mundo. Mas caminhar, trabalhar, servir, suja os pés; a poeira gruda em nossa pele. Esta sujidade lembra o pecado que adere à nossa alma, o qual precisamos abandonar para nos vermos realmente livres e alegremente redimidos (Reconciliação/Confissão).

Quando o peso dos anos ou da natureza nos traz a velhice ou a doença, Deus tem para nós um bálsamo, um óleo de consolação e, quiçá, de cura (Unção dos Enfermos).

Nenhum momento de nossa existência está excluído do cuidado divino. Os sacramentos não são simples cerimônias. São o toque e o olhar de um Deus Altíssimo e totalmente próximo para cada um de nós.

Por: Eduardo Sousa

Deixe seu comentário