• Blog UniCatólica

O direito de nascer
Pastoral Universitária

O direito de nascer

Por determinação da 43ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, celebrou-se, em todo o Brasil, de 01 a 07 de outubro, a Semana Nacional da Vida e, no dia 08 de outubro, o Dia do Nascimento, ou seja, o Dia pelo direito de nascer. A Semana Nacional da Vida e o Dia do Nascituro são ocasiões para que toda a Igreja continue afirmando sua posição favorável à vida desde o seio materno até o seu fim natural, bem como a dignidade da mulher e a proteção das crianças. Uma data esquecida, mas que vale a pena recordar. Nascituro, o que está para nascer, é o que todos fomos um dia, no útero de nossa mãe, onde teve início nossa existência. Foi escolhido o dia 08 de outubro, por ser próximo ao dia em que se celebra a Padroeira do Brasil (12 de outubro), cujo título, ao evocar a concepção, lembra o fruto correspondente: Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Mãe de Deus que se fez homem, Jesus Cristo, nascituro em seu seio, que faz João Batista exultar de alegria no ventre de Isabel (Lc 1,39-45). Diante da atual banalização da vida e das opiniões favoráveis ao aborto, defendido por inúmeras pessoas influentes, é importante lembrar que a Igreja compreende as situações difíceis que levam mães a abortar, mas, por uma questão de princípios, defende com firmeza a vida do nascituro, como bem nos ensina S. João Paulo II na Carta Encíclica “Evangelium Vitae” (Sobre Valor e a Inviolabilidade da Vida Humana).

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário