• Blog UniCatólica

UNICATÓLICA participa de evento sobre os cinco anos de pontificado do Papa Francisco
Eventos e Campanhas

UNICATÓLICA participa de evento sobre os cinco anos de pontificado do Papa Francisco

A UNICATÓLICA, através do Pró-Reitor de Pós-graduação e Pesquisa, Prof. Me. Marcos James Chaves Bessa, participou de um evento em comemoração aos cinco anos de pontificado do Papa Francisco.

O evento, ocorrido em Fortaleza/CE, no dia 13 de março, foi promovido pelo Polo Universitário Santo Inácio, Instituição que oferta cursos de Pós-graduação, gerada pela parceria da UNICATÓLICA com a UNICAP – Universidade Católica de Pernambuco, primeira universidade católica do Norte e Nordeste e a única jesuíta na região; o Colégio Santo Inácio de Fortaleza, Instituição reconhecida pelos serviços educacionais prestados desde 1955, e o Movimento de Educação Popular Integral e Internacional Fé e Alegria, entidade sem fins lucrativos da sociedade civil que promove ações em países da América Latina, Europa e África.

A abertura do evento contou com participação da Diretora do Colégio Santo Inácio, Albanisa Gomes, entre outras autoridades das Instituições parceiras.

A culminância do evento se deu com a palestra de temática “Igreja em saída para as periferias”, ocorrida no Auditório do Colégio Santo Inácio, ministrada pelos professores Dr. Aquino Júnior e Pe. Eugênio Pacelli, SJ.

Em 13 de março de 2013, o arcebispo argentino Jorge Mario Bergoglio (Papa Francisco) foi escolhido pela Igreja para suceder a Bento XVI. Pela primeira vez na história, um religioso nascido na América e pertencente à Companhia de Jesus passaria a ocupar o principal posto da Igreja Católica.

Nesses cinco anos, o Pontífice promoveu muitas mudanças na Igreja Católica e sempre buscou pôr em prática o Concílio Vaticano II, um dos importantes acontecimentos da Igreja no Século XX, que prega que a Igreja deve manifestar e comunicar o amor de Deus, atualizando a mensagem do Evangelho, valorizando o ser humano, para facilitar a ação do Espírito Santo, por meio do reconhecimento do outro e de um diálogo misericordioso.

 

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário