• Missão, visão, princípios e valores

Missão, Visão, Princípios e Valores da UNICATÓLICA

Missão

A missão institucional diz respeito à razão de existir da “Católica de Quixadá”, sua finalidade essencial, servindo de critério e orientação para os Dirigentes e Gestores no processo decisório e direcionamento para o futuro, a partir do enunciado que segue:

“Educação superior à luz dos valores cristãos, éticos e humanos de forma inovadora e sustentável”.

Visão

A visão de futuro consubstancia a aspiração dos Dirigentes ao projetarem as possibilidades futuras. Foi pensada de forma a gerar reconhecimento e sentido de realização, com o enunciado:

Consolidar-se até 2025, como Centro Universitário “UNICATÓLICA”, mediante educação superior humanista, inovadora e sustentável, contribuindo para a transformação social do estado do Ceará.

Princípios

Os princípios institucionais configuram-se como leis naturais e verdades fundamentais. Possuem caráter universal e atemporal, sendo externos e evidentes em si mesmos. Sua finalidade é balizar o processo de tomada de decisão, o relacionamento e o direcionamento estratégico, sendo traduzidos da seguinte forma

  • Fidelidade: à doutrina cristã e às diretrizes da Igreja Católica.
  • Dignidade: promoção da dignidade humana, do bem comum e compromisso com a inclusão social.
  • Solidariedade: formação solidária, interdisciplinar e humanística, orientada por uma perspectiva ética, cristã e católica, respeitada a liberdade de crença.
  • Pluralismo: de concepções de ensino, iniciação científica/pesquisa e extensão, respeitados os projetos pedagógicos e as diretrizes fixadas pelos órgãos colegiados.
  • Integração: entre o ensino, iniciação científica/pesquisa e extensão.
  • Conhecimento: construção do conhecimento a serviço do homem.
  • Compromisso: responsabilidade social e ambiental.

Valores

Para a “Católica de Quixadá” os valores institucionais representam a importância ou prioridade que se atribui às pessoas, coisas ou ideias, sendo escolhidos como crenças das pessoas que dela fazem parte, mantendo um caráter interno e subjetivo. São baseados em como os Dirigentes e Colaboradores compreendem o mundo, sem esquecer sua influência na sociedade e na educação.

Neste sentido, estão incorporados no desenvolvimento das atividades acadêmicas e administrativas, norteando comportamentos, atitudes e o relacionamento entre Mantenedores, Dirigentes, Gestores, Colaboradores, Fornecedores e os Segmentos-alvo. São as regras para que se cumpra a missão e se alcance a visão de futuro.

  • Respeito: aos ensinamentos da Igreja Católica Apostólica Romana e à ética cristã, na qual o caráter confessional deve ser considerado e respeitado, observados os preceitos bimilenares da Igreja. Respeito aos discentes no qual todas as ações e procedimentos institucionais estão focados na formação acadêmica, profissional e cristã do indivíduo, a partir de princípios e valores institucionais, prioritariamente no processo de aprendizagem.
  • Liberdade: tolerância e liberdade religiosa. A Instituição por ser confessional católica respeita as demais religiões, não fazendo acepção de pessoas em função de sua identidade religiosa.
  • Democracia: prioridade ao caráter pluralista e democrático considerando a pluralidade de pensamentos e a democracia como fatores fundamentais e norteadores da sua gestão institucional, realizada prioritariamente de forma participativa e colegiada.
  • Cordialidade: verdade, fraternidade e cordialidade nas relações: as relações institucionais primam pela autenticidade e considera o princípio da igualdade e a cordialidade pressupostos para relevantes interações pessoais.
  • Sustentabilidade: comprometimento com a sustentabilidade institucional: continuamente todos os colaboradores estarão engajados no alcance de resultados satisfatórios nas diversas instâncias institucionais.