• Blog UniCatólica

Quaresma: tempo de recolhimento e oração
PASTORAL UNIVERSITÁRIA

Quaresma: tempo de recolhimento e oração

“Vou levar-te ao deserto e falar-te ao coração.” (Os 2,16)

Por Hemerson Barbosa

A Igreja Católica está vivendo um tempo litúrgico chamado Quaresma, no qual todos os católicos são convidados a viver um retiro espiritual, caracterizado particularmente pela figura do deserto, isto é, o lugar do encontro com Deus. A passagem bíblica: “Vou levar-te ao deserto e falar-te ao coração”, retirada da profecia de Oséias (2,16), retrata o que cada cristão deverá viver neste tempo.

Ao pensar na palavra “quaresma” muitas pessoas logo trazem à mente a situação de Nosso Senhor Jesus Cristo no deserto, onde passou quarenta dias jejuando e sendo tenta- do por satanás. Este ícone do Senhor no deserto permite aos cristãos, também, refletirem a respeito de seus comportamentos e de sua busca sincera por uma conversão diária.

O chamado à conversão é um ponto importantíssimo, que marca o tempo quaresmal, e, ao tratar deste assunto, é propicio falar sobre o sacramento da Confissão, o qual proporciona ao fiel se aproximar da misericórdia de Deus, fundamental para o crescimento do cristão.

A Igreja Católica orienta aos seus fiéis a vive- rem três ações neste tempo particular, a saber a oração, o jejum e a esmola. A oração, sendo a primeira ação, possibilita ao fiel começar a viver uma vida mais próxima de Deus, ao modo de uma conversa pessoal que levará a ter um encontro com Cristo. A segunda ação é o jejum, pois, com o auxílio dele, o cristão poderá se mortificar a fim de crescer no auto- domínio e na oferta deste pequeno sacrifício a Deus. A terceira, e não menos importante, é a esmola, que pode ser vivida de diversas formas, como ajudar um pobre ou, também, conversar com uma pessoa que está em situação difícil, pois por meio de palavras de ânimo ela poderá se erguer. Assim, aos poucos isso se estenderá para o dia a dia nas pequenas coisas que são realizadas com amor e doação sincera.

Este tempo tem como finalidade preparar cada cristão para a festa litúrgica mais importante da Igreja, que é a Páscoa, na qual os católicos celebram a ressurreição de Jesus Cristo. Desse modo, tendo esta por meta, que cada cristão busque na Quaresma tomar para sua vida este itinerário oracional e penitencial, não como peso, mas como meio seguro que conduz ao encontro com Cristo Ressuscitado.

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário