• Blog UniCatólica

Faculdade Católica desenvolve seleção 2016 do Programa de Iniciação Científica
NÚCLEOS E PROGRAMAS

Faculdade Católica desenvolve seleção 2016 do Programa de Iniciação Científica

Em entrevista com a Coordenadora do Núcleo de Incitação Científica da FCRS, Prof.ª Dr.ª Regilane Matos da Silva Prado, foram apontados questionamentos referentes ao Programa de Iniciação Científica – PIC realizado pela Faculdade Católica.

O que é o PIC e qual seu objetivo? Para falarmos do PIC – Programa de Iniciação Científica, nós temos que falar do Núcleo de Iniciação Científica – NIC que foi instituído em 2014 pela Faculdade Católica Rainha do Sertão. O NIC compreende, justamente, a questão da pesquisa, da iniciação científica da instituição, como também, os grupos de estudo e pesquisa que estão cadastrados no próprio núcleo. O PIC foi instituído em 2012 pela Faculdade Católica, porém, apenas em 2014 foi instituído em relação a seleção de processo de pesquisa. Então, o PIC compreende a seleção de projetos de pesquisa inseridos por professores e alunos da instituição que desejam fazer pesquisa com o auxílio da FCRS. O Programa de Iniciação Científica tem por objetivo possibilitar o contato inicial dos alunos de graduação da FCRS com atividades de criação, discussão e organização do saber científico, voltadas ao desenvolvimento do pensamento científico e à pesquisa científica.

Em que época do ano ocorre a seleção do programa? A seleção do programa ocorre sempre no segundo semestre de cada ano. Em 2015, ocorreu o segundo processo seletivo, tendo o primeiro realizado no segundo semestre de 2014. 

Quem pode participar e quais são os requisitos? Podem participar do programa professores orientadores (mestres ou doutores) enquadrados no regime de tempo integral ou parcial (20 ou 24 horas semanais) quando do envio do projeto de pesquisa, além de ter experiência na área relacionada ao projeto e acadêmicos regularmente matriculados na Faculdade Católica, que possuam um índice de rendimento acadêmico maior ou igual a sete no último semestre cursado e que não estejam no primeiro ou último ano de curso. 

O que compreende as linhas de pesquisa exploradas pelo PIC? São amplas linhas de pesquisa exploradas e essas linhas compreendem os cursos de graduação e os projetos devem estar voltados a essas linhas de pesquisa. 

Como é feita a seleção? O processo de seleção acontece através de três seleções. Na primeira seleção, o professor (mestre ou doutor) deve estar dentro da carga horária instituída. A segunda seleção compreende o projeto de pesquisa que deve ser estruturado dentro de uma linha de pesquisa, voltada para os cursos de graduação da FCRS. A terceira seleção compreende ao bolsista. Os projetos são inseridos dentro de um formulário próprio que é disponibilizado no site da FCRS e esses projetos possuem um tempo determinado para serem inseridos no programa. Após essa inserção o projeto é avaliado pela Comissão Institucional Científica do PIC, nomeada pela Direção Acadêmica. Em 2015, contamos com pareceristas (avaliadores) externos, de instituições de nível superior tanto públicas como particulares, também mestres e doutores, que avaliaram os projetos, que por sua vez, foram submetidos a aprovação ou reprovação. A partir dessas três seleções, sendo aprovado, o projeto recebe uma bolsa de iniciação científica. A bolsa de iniciação científica da FCRS possui um valor a nível de CNPQ – instituição de fomento que presta auxílio aos projetos de pesquisa. Durante um ano, o bolsista recebe um valor de R$ 400,00 mensais para o desenvolvimento do projeto. Com a última seleção já ocorrida em 2015, os próximos projetos de pesquisa darão início em fevereiro de 2016 e serão encerrados em janeiro de 2017. Tanto os professores quanto os alunos deverão comparecer ao núcleo para obter todos os dados e durante o ano de pesquisa, deverão apresentar relatórios tanto parciais como os finais. Por se tratar do desenvolvimento de uma pesquisa científica, o relatório final, tanto discente como docente, deve ser entregue em formato de artigo científico para publicação e apresentação em eventos científicos como congressos, simpósios, etc. 

Quais os benéficos que o PIC pode trazer para os acadêmicos e qual sua importância para a FCRS? O aluno, ao receber a bolsa, tem um incentivo a mais pela procura da pesquisa científica. Dessa forma, o PIC viabilizou uma grande procura nos processos. Em 2014, 18 projetos foram apresentados para aprovação e em 2015 formam apresentados 37 projetos para aprovação. Além disso, percebemos o crescimento do pensamento crítico científico dentro da instituição. Os alunos ao entrarem na FCRS logo tomam conhecimento da existência do programa e buscam se agregarem a grupos de estudo ou professores. A importância do PIC para a FCRS é, justamente, a questão do pilar. A Faculdade Católica possui a extensão e a pesquisa como um dos pilares da docência e esse programa, institucionalizado, permite vazão a isso. Então, todas as pesquisas estão sendo centralizadas no NIC e o PIC está viabilizando para que essas pesquisas também sejam realizadas, a partir do momento que se presta auxílio financeiro a esses projetos.

Por: Jefferson Leonel

Deixe seu comentário