• Blog UniCatólica

As Instituições coirmãs e o futuro – 2020-2025
INSTITUIÇÕES COIRMÃS

As Instituições coirmãs e o futuro – 2020-2025

No dia 13 de junho, os Gestores das Instituições: Hospital Maternidade Jesus Maria José, Colégio Valdemar Alcântara e Rádio Cultura FM, liderados pelo Superintendente Executivo da UNICATÓLICA, Prof. Cicero Felix da Silva, iniciaram a elaboração do Planejamento Estratégico 2020-2025. Foi um momento rico de aproximação, sensibilização e alinhamento entre os gestores e as diversas instituições. Destacou-se, ainda, a participação do Padre Pablo Nogueira Anselmo e de colaboradores da cúria diocesana. As dinâmicas iniciais e finais foram realizadas pelo Gerente de Recursos Humanos da UNICATÓLICA, Prof. Carlos Eduardo de Oliveira Roncolato.

O propósito do encontro foi definir um cronograma de trabalho e a metodologia para o desenvolvimento dessa importante ferramenta de gestão, que é o Planejamento Estratégico para cada uma das instituições vinculadas à Diocese de Quixadá.

Na oportunidade, o Prof. Cicero Felix destacou que os objetivos estratégicos a serem delineados serão resultados mais abrangentes pretendidos pelas Instituições coirmãs e que as metas serão as ações mais concretas e objetivas, necessárias ao alcance das finalidades institucionais e se constituem na essência da avaliação e mensuração do desempenho institucional, por meio de indicadores quantitativos e qualitativos.

A metodologia a ser utilizada será o BSC – Balanced Scorecard, que se traduz em um conjunto de objetivos que proporcionarão a todos os colaboradores uma visão rápida e abrangente da estratégia para cada uma das Instituições. Será pautada em três passos essenciais para se construir uma boa gestão: descrição, medição e gerenciamento.

O BSC não é um fim por si só, ele é uma ferramenta de gestão que pode ser utilizada não somente para medir o desempenho organizacional, mas, também, para estabelecer metas (individuais e em equipe), remuneração, alocação de recursos, planejamento, orçamento, feedback e aprendizagem estratégica.

O mapa estratégico será a ferramenta que ajudará a implementar as estratégias delineadas. De representação visual, o mapa é uma síntese das medidas importantes tomadas com foco no desenvolvimento institucional.

Durante o evento, ainda, ressaltou-se o itinerário a ser percorrido: delineamento do perfil institucional, análise ambiental interna e externa e a formulação estratégica propriamente dita que deverá ser realista, porém desafiadoras e encorajar o processo de evolução institucional. Assim, estarão descritas de forma que todos sejam capazes de entender os resultados esperados. A mensuração das atividades mais expressivas, por meio de projetos estratégicos, terá impactos diretos e contribuirão para criação da visão empreendedora e sustentável na orientação para o planejamento, crescimento e expansão.

A implementação dos objetivos estratégicos por meio de projetos estratégicos será uma das formas mais rápidas e eficazes de operacionalização da ação orientada para resultados. Os projetos, na medida em que serão concebidos como ações estratégicas e com foco bem definidos, articularão iniciativas no sentido de explicitar a orientação para todos os envolvidos e estabelecerem claramente os resultados.

O Superintendente Executivo destacou que mais importante do que a elaboração de um documento será o Processo de elaboração do Planejamento Estratégico, no qual os Gestores participantes irão se apropriar de conceitos, reflexões e competências específicas para a realização dos trabalhos em todos os níveis: estratégico, tático e operacional. Todo o processo de elaboração do planejamento estratégico das Instituições mencionadas será desenvolvido durante o segundo semestre de 2019.

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário