• Blog UniCatólica

Egresso de Odontologia avança na área acadêmica
EGRESSOS EM DESTAQUE

Egresso de Odontologia avança na área acadêmica

Luiz Filipe Barbosa Martins, 26 anos, filho de Joaquim Viana Martins e Lúcia Maria Barbosa Martins, egresso do curso de Odontologia da FCRS, ingressou na instituição em 2007.1, formando-se em 2010.2. No período acadêmico, residindo em Quixadá/CE, Luiz Filipe participou de programas de extensão, projetos comunitários e sociais que contribuíram para seu crescimento profissional e pessoal. Além disso, obteve experiência ao participar do programa de monitoria acadêmica da FCRS, no qual participou de diversas disciplinas do curso e contatou profissionais que fortaleceram o seu sonho de seguir a área acadêmica.

Após concluir sua graduação, trabalhou durante um ano na cidade de Quixeramobim/ CE, desenvolvendo atividades de promoção de saúde e tratamento humanizado em Odontologia. Em julho de 2011, prestou a seleção para mestrado na área de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia de Piracicaba, na Universidade Estadual de Campinas (FOP-UNICAMP), no qual foi aprovado e iniciou suas atividades do mestrado em fevereiro de 2012. Em 2014, tornou-se mestre, dando início ao doutorado, logo após, na mesma área e instituição.

Além da busca pelo doutorado, Luiz Filipe está se especializando em Saúde Coletiva e da Família e é representante discente de seu nível junto à subcomissão de pós-graduação em Odontologia da FOP-UNICAMP, participando ativamente de reuniões, deliberando junto com a subcomissão melhorias para o programa de Odontologia. Para ele, a FCRS representa sua segunda casa, seu alicerce da Odontologia, onde afirma que foi por intermédio da FCRS que chegou onde está. “Esta instituição transcende todos os limites dos pilares de uma verdadeira Universidade: Ensino, Extensão e Pesquisa. Por meio de experiências de campo vividas no período da graduação, vislumbrei um dos objetivos da minha escolha pela área da saúde, a empatia, tentando-me colocar sempre no lugar de meu paciente e fornecendo a ele um tratamento humanizado”, finaliza.

Por: Jefferson Leonel

Deixe seu comentário